Pesquisar

detritus toxicus

Curadoria de conteúdos

Etiqueta

Ecologia

Explorando a Sustentabilidade na Terra

Guião de trabalho para professores para promoção do ensino experimental das ciências no 1.º CEB.

http://www.dge.mec.pt/outrosprojetos/data/outrosprojectos/ciencias_experimentais/Ciencias_Experimentais_Ensino_Basico/Documentos/explorando_sustentabilidade.pdf

Anúncios

Ciência Viva – Relógios de Sol

O Programa Ciência Viva disponibiliza este Guia Didáctico de Energia Solar que ensina, nomeadamente, a construir um relógio de Sol.

Projecto 80

O Projecto 80, um programa de âmbito nacional, promovido pelo Governo de Portugal em parceria com o Instituto Português do Desporto e Juventude e com Green Project Awards, foi apresentado na Escola D. Dinis, em Lisboa, e tem o objectivo de “promover a educação para a sustentabilidade, empreendedorismo e cidadania democrática”.
Podem candidatar-se as associações de estudantes do Ensino Básico e do Ensino Secundário que desenvolvam um ou mais projectos de sustentabilidade ambiental, nomeadamente, os que promovam a gestão eficiente de recursos, a diminuição da pegada carbónica e hídrica, a biodiversidade, o empreendedorismo, a economia verde e a inovação social, bem como o voluntariado ou outras formas de cidadania e participação pública. As equipas vencedoras do Projecto 80 irão habilitar-se a uma visita às Instituições Europeias em Bruxelas, entre outros prémios.
Partindo da expressão “Nem 8 nem 80” os alunos das associações estudantis de todo o país são convidados “a dar o seu 80” respondendo ao desafio lançado pela iniciativa, e apresentando projectos geradores de comportamentos sustentáveis e pautados pela participação dos jovens.


Os projectos serão seleccionados em duas fases, nas quais serão escolhidos seis finalistas. Os vencedores serão apresentados na cerimónia de entrega dos «Green Project Awards 2013», onde o primeiro lugar será galardoado com o Prémio «Iniciativa Jovem».

O Projecto 80 chega às escolas no formato de roadshow numa apelativa carrinha “pão de forma”, onde os estudantes podem conhecer mais sobre a génese do projecto e como podem participar. Em cada escola o jovem estudante que demonstre ter uma atitude 80, isto é, o estudante mais curioso sobre o projecto é convidado a deixar o seu oitenta, a sua mensagem, grafitados na carrinha.


Fonte:  Ciência Hoje

Educação em Matéria de Energia

Excelente documento para Professores e não só, onde é abordada a questão energética e os esforços que a UE tem feito no sentido de reduzir o consumo e melhorar a relação com os diferentes recursos energéticos.

Mudança do Clima

Este documento é excelente para introduzir a temática ambiental das mudanças do clima a nivel global.

Ecologize os seus Hábitos

Todos sabemos que devemos reduzir a nossa pegada ecológica, isto é, o impacto que causamos no meio ambiente. Mas saberemos exactamente os passos concretos a dar nesse sentido? O documento aqui disponibilizado traduz em medidas simples do dia a dia o que cada um de nós pode fazer.

Fraldas reutilizáveis permitem redução de uma tonelada de resíduos por bebé



Quem hoje recusar fraldas descartáveis não terá de voltar às antigas fraldas de pano, presas com alfinete e lavadas à mão. Entre Fevereiro e Maio deste ano, a Quercus experimentou as fraldas reutilizáveis disponíveis no mercado nacional, comercializadas por quatro empresas. Hoje contou o que se passou.
“É tudo uma questão de mentalidade porque hoje já existem soluções práticas, rápidas e engraçadas, alternativas às fraldas descartáveis”, comentou Cármen Lima ao PÚBLICO. E Cármen Lima sabe do que fala. Durante três meses experimentou tudo o que havia no mercado com a sua segunda filha, a Joana. “Com o meu primeiro bebé utilizei fraldas descartáveis mas agora com a Joana experimentei as reutilizáveis. A primeira semana pode ser confusa mas hoje já mudo as fraldas com a mesma rapidez”.
Segundo a Quercus, para as descartáveis – fabricadas com plástico, pasta de papel e com um produto químico para favorecer a absorção – ainda não existem processos de reciclagem em Portugal. Na verdade, hoje representam cinco por cento dos Resíduos Sólidos Urbanos que vão para aterro ou são queimados. Actualmente em Portugal nascem cerca de cem mil bebés por ano, o que significa que o país tem de lidar com 40 mil toneladas de lixo só em fraldas.
As reutilizáveis permitem reduzir, semanalmente, oito quilos de resíduos por bebé. Ao final de uma média de dois anos e meio – tempo durante o qual uma criança precisa de usar fralda – as contas chegam à uma tonelada. 
Além disso, as “eco-fraldas” – que podem ser dos tipos “tudo em um” ou “dois em um” – não implicam “um acréscimo de consumo de energia associado à lavagem, mas sim uma optimização da própria lavagem, uma vez que desta forma a máquina ficará com carga completa”, explica a Quercus. Cada fralda suporta cerca de 800 lavagens e pode ser reutilizada até três bebés.
Cármen Lima – que lembra também as vantagens ao nível da saúde, porque previnem o aparecimento de alergias e dermatites na zona de contacto com a pele – considera que hoje estas soluções ainda são para um nicho de mercado. Mas a ideia é facilitá-las a todos. “Ainda há pouca informação”, reconhece, adiantando que a associação está a trabalhar no sentido de que estas fraldas tenham dedução fiscal. Tudo porque as reutilizáveis têm o investimento “à cabeça” e não fica diluído ao longo dos dois anos e meio.”Concluímos que mesmo a marca mais cara das reutilizáveis fica mais barata do que a marca mais barata das descartáveis”, salienta Cármen Lima. No final, permitem poupanças que podem ir até aos 850 euros por bebé, diz a associação.
No ano passado, a Quercus lançou uma campanha de promoção para a utilização de fraldas reutilizáveis, medida prevista pelo Programa de Prevenção de Resíduos Urbanos, do Ministério do Ambiente.

Programa de Ecologia – 10.º Ano

http://static.issuu.com/webembed/viewers/style1/v1/IssuuViewer.swf

Uma Verdade Inconveniente

Não é novo, mas a mensagem que transmite é de visualização obrigatória. “Uma Verdade Inconveniente” alerta, de modo científico e rigoroso, para os perigos de uma inércia perante a urgência de proteger o planeta. Excelente não só para abordar em todas as disciplinas onde a temática ambiental é trabalhada, mas também como educação para as novas (e menos novas) gerações. Recomenda-se também a leitura do livro que inspirou este documentário.
Aqui fica um extracto.

http://video.google.com/googleplayer.swf?doc

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: