Pesquisar

detritus toxicus

Curadoria de conteúdos

Mês

Setembro 2015

Bailarina – ilusão de óptica

View post on imgur.com

//s.imgur.com/min/embed.js

Anúncios

Traduzimos os rótulos dos alimentos para você – e o resultado é assustador | Superinteressante

via Traduzimos os rótulos dos alimentos para você – e o resultado é assustador | Superinteressante.

Por Mariana Weber

alimentos industrializadosistock

Nugget de frango

Fórmula Peito de frango, farinha de rosca, gordura vegetal hidrogenada, água, carne de frango, farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, sal, proteína isolada de soja, amido, leite em pó, proteína vegetal hidrolisada, vinagre, ovo em pó, estabilizante polifosfato de sódio (INS 452i), antioxidante eritorbato de sódio (INS 316), realçador de sabor glutamato monossódico (INS 621), espessante goma guar (INS 412) e aroma natural de pimenta branca

Quando cientistas da Universidade do Mississippi analisaram nuggets de duas cadeias de fast food americanas, eles chegaram a conclusões de revirar o estômago: “Músculo estriado (carne de frango) não era o componente predominante em nenhuma das amostras. Gordura estava presente em quantidade igual ou maior, juntamente com epitélio, ossos, nervos e tecido conjuntivo”. Sem contar as altas doses de sal e açúcar, que criaram algo descrito pelo pesquisador Richard D. Deshazo à revista The Atlantic como algo parecido com uma supercola. Mas nem todos os nuggets são iguais, e oscientistas da Universidade do Mississippi admitem isso. Um passeio em um supermercado brasileiro mostra que a versão de uma grande marca contém mais proteína que gordura (por pouco: 18 g contra 14 g, e 27 g de carboidrato). Possui também uma lista de 18 ingredientes, que começa com peito de frango (ufa!) e inclui gorduras e proteínas modificadas, espessante, conservantes e realçador de sabor. Eis mais uma pegadinha dos ultraprocessados: o hipersabor. Ao misturar açúcar, gordura, sal e aditivos, criam-se fórmulas com um nível de palatabilidade acima do achado na natureza. Quem se acostuma a elas acha comida caseira um tédio só.

alimentos industrializadosistock

Refresco de laranja em pó

Fórmula Açúcar, maltodextrina, polpa de laranja desidratada (1%), fibra vegetal, ferro, ácido ascórbico (vitamina C), vitamina A, acidulante ácido cítrico, regulador de acidez citrato de potássio, aromatizante aroma sintético idêntico ao natural, antiumectantes:fosfato tricálcio e dióxido de silício, espessantes: goma guar, goma xantana e goma arábica, edulcorantes artificiais: aspartame (25,4 mg / 100 ml), ciclamato de sódio (22,3 mg / 100 ml), acesulfame de potássio (3,7mg/100ml) e sacarina sódica (1,8mg / 100ml), corante inorgânico dióxido de titânio, espumante extrato de quilála, corante caramelo IV, corantes artificiais: tartrazina e amarelo crepúsculo

Não se deixe enganar pelas frutas suculentas ilustradas na embalagem ou pelo tom amarelo crepúsculo do corante artificial: polpa de laranja representa 1% do conteúdo do saquinho. O que mais há nele é açúcar, seguido por maltodextrina, um derivado do amido do milho ou da mandioca que também tem a função de adoçar, além de ser usado com frequência como “excipiente” de fórmulas, ou seja, para preencher espaço.

alimentos industrializadosistock

Sorvete napolitano

FórmulaSorvete sabor creme com flocos de chocolate branco (água, açúcar, chocolate branco, gordura vegetal, xarope de glicose, soro de leite, leite em pó desnatado, maltodextrina, espessantes goma guar, goma jataí ecarragena, emulsificante mono e diglicerídeos de ácidos graxos, corantes naturais urucum e cúrcuma e aromatizantes), sorvete sabor morango com flocos sabor chocolate (água, açúcar, flocos sabor chocolate – gordura vegetal, açúcar, cacau em pó, lactose, óleo de milho, leite em pó desnatado, emulsificantes lecitina de soja e ricinoleato de glicerila e aromatizante -, gordura vegetal, xarope de glicose, soro de leite, leite em pó desnatado, maltodextrina, aromatizante, corante natural carmim, espessantes goma guar, goma jataí e carragena e emulsificante mono e diglicerídeos de ácidos graxos) e sorvete de chocolate maltado (leite reconstituído integral, açúcar, extrato de malte, xarope de glicose, cacau em pó, maltodextrina, gordura vegetal, leite em pó desnatado, sal, espessantes goma guar, goma jataí ecarragena, emulsificante mono e diglicerídeos de ácidos graxos earomatizante)

Entendemos se você ficar perdido no mar de ingredientes acima (são mais de 20!). Então vamos simplificar. O produto é dividido em três partes: sorvete sabor creme com flocos de chocolate branco, sorvete de chocolate maltado esorvete sabor morango com flocos sabor chocolate. Mas, pode procurar, não há morango na fórmula, só corante e aromatizante (sem contar açúcar, gordura vegetal e agentes que melhoram a textura do alimento, como espessantes e emulsificantes). Em um teste no canal do YouTube Do Campoà Mesa, a jornalista Francine Lima mostrou que um sorvete de massa industrializado com espessante continha também mais ar do que uma versão artesanal e que outra industrializada importada sem espessante.

alimentos industrializadosistock

Hambúrguer congelado

Fórmula Carne mecanicamente recuperada de frango, água, gordura bovina, carne bovina, carne de ave, proteína vegetal de soja, maltodextrina, sal, coentro, aromas naturais de: carne, cebola, alho, pimenta preta, bacon efumaça, estabilizante tripolifosfato de sódio INS451i, corante natural caramelo INS150a, antioxidante eritorbato de sódio INS316, realçador de sabor glutamato monossódico INS621

Dezenove ingredientes. Trinta e dois por cento do sódio que você deve ingerir em um dia concentrados em uma porção de 80 gramas. Como principal componente, carne mecanicamente recuperada: também conhecida como osrestos de frango que ficaram colados na carcaça do animal e foram arrancados com ajuda de máquinas. Melhor ficar nohamburguer tradicional.

alimentos industrializadosistock

Néctar de laranja

Fórmula – Água, açúcar, suco de laranja concentrado (equivale a 32,7% de suco), ácido ascórbico (fonte de vitamina C), acidulante ácido cítrico e aroma natural de laranja

Ok, você não acredita que um pó doce seja suco de verdade. Mas aquele da caixa longa-vida refrigerada com uma laranja fazendo splash deve ser, né? Então vire a embalagem para ler a inscrição “néctar” e descobrir que suco só aparece em terceiro lugar – segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os ingredientes devem ser listados em ordem decrescente de proporção. E este suco aqui é concentrado, não aquele fresquinho que você espremeria em casa com laranjas compradas na feira. Até o fim de 2014, quando esta reportagem foi apurada, o néctar de laranja ou uva precisava conter um mínimo de 30% de suco para se adequar às normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A partir de janeiro de 2015, esse percentual obrigatório subiria para 40% e, em janeiro de 2015, para 50%.

alimentos industrializadosistock

Maionese

Fórmula Água, óleo vegetal, ovos pasteurizados, amido modificado, vinagre, açúcar, sal, suco de limão, acidulante ácido láctico, estabilizante goma xantana, conservador ácido sórbico, sequestrante edta cálcio dissódico, corante páprica, aromatizante e antioxidantes ácido cítrico, bht e bha

Se fizer sua própria maionese, é você quem escolhe o ovo (que precisa ser fresco), o azeite, o vinagre e a mostarda – sim, esta também tem conservante, mas você vai usá-la em pequena quantidade. Ou pode até dispensá-la.

alimentos industrializadosistock

Iogurte de morango

FórmulaLeite integral e/ou leite integral reconstituído, açúcar, preparado de morango (água, açúcar, cálcio, morango, amido modificado, vitamina D eE, ferro, zinco, acidulante acido cítrico, corante natural carmim, aromatizante, conservador sorbato de potássio, espessantes carboximetilcelulose, goma carragena e goma xantana), amido modificado efermento lácteo

Você poderia comprar um litro de leite e fermento lácteo para preparar seu próprio iogurte e servi-lo com morango e um pouco de mel. Mas ele não viria em um pote colorido ilustrado com um bichinho simpático. Nem com a adição de vitaminas que ajuda a convencer consciências paternas. Nem com aromatizante artificial e corante tirado de insetos.

Os 35 livros que todos deviam ler pelo menos uma vez na vida

Por muito que gostemos de livros de ficção científica, policiais ou romances, algumas obras transcendem o género e tornam-se ‘leituras obrigatórias’.

O fórum Reddit perguntou aos seus utilizadores ‘ qual o livro que todas as pessoas deviam ler pelo menos uma vez na vida’, chegando assim ao top das 35 obras. A revista Time compilou a informação e fez uma lista:

– ‘Zen and the Art of Motorcycle Maintenance’, de Robert M. Pirsig;

– ‘Era Uma Vez em Watership Down’, de Richard Adams;

– ‘A Última Aula’, de Randy Pausch and Jeffrey Zaslow;

– ‘Breve História de Quase Tudo’, de Bill Bryson;

– ‘Em Busca de Sentido’, de Viktor Frankl;

– ‘A Guerra Eterna’, de Joe Haldeman;

– ‘Cosmos’, de Carl Sagan;

– ‘Bartleby, o Escriturário’, de Herman Melville;

– ‘Maus: A Survivor’s Tale’, de Art Spiegelman;

– ‘Por Quem os Sinos Dobram’, Ernest Hemingway;

– ‘Kafka à beira-mar’, Haruki Murakami;

– ‘O Principezinho’, de Antoine de Saint-Exupéry;

– ‘A Estrada’, de Cormac McCarthy;

– ‘100 Anos de Solidão’, de Gabriel García Márquez;

– ‘A Leste do Paraíso’, John Steinbeck;

– ‘Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas’, de Dale Carnegie;

– ‘Crime e Castigo’, de Fiódor Dostoiévski;

– ‘Os Irmãos Karamazov’, de Fiódor Dostoiévski;

– ‘O Estrangeiro’, de Albert Camus;

– ‘Dune’, de Frank Herbert;

– ‘Crónica de uma Serva’, de Margaret Atwood;

– ‘Anne de Green Gables’, de L. M. Montgomery;

– ‘Fahrenheit 451’, de Ray Bradbury;

– ‘A Árvore Generosa’, de Shel Silverstein;

– ‘Na Sombra e no Silêncio’, de Harper Lee;

– ‘O Triunfo dos Porcos’, de George Orwell;

– ‘A Oeste Nada de Novo’, de Erich Maria Remarque;

– ‘O Conde de Monte Cristo’, de Alexandre Dumas;

– ‘Blade Runner – Perigo iminente’, de Philip K. Dick;

– ‘Artigo 22’, de Joseph Heller;

– ‘Matadouro 5’, de Kurt Vonnegut;

– ‘À Boleia Pela Galáxia’, de Douglas Adams;

– ‘Admirável Mundo Novo’, de Aldous Huxley;

– ‘Flores para Algernon’, de Daniel Keyes;

– ‘1984’, de George Orwell.

via Os 35 livros que todos deviam ler pelo menos uma vez na vida.

Couto Mixto. Um país entalado entre Portugal e Espanha

via Couto Misto. Um país entalado entre Portugal e Espanha – Renascença V+.

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: