Aparentemente, e peo que se pode induzir da notícia, assim vai a doença mental em Portugal.

Um homem com cerca de 30 anos foi resgatado, esta terça-feira, da cave de uma casa na Amoreira, concelho Cascais, onde, alegadamente, estaria “preso” há oito anos.

Segundo o comandante da GNR de Alcabideche, tenente Costa, o alerta foi dado cerca das 11.45 horas, na sequência de supostas ameaças e agressões com armas.
Durante as diligências no interior da casa, a GNR encontrou um homem “fechado na cave, com uma porta de ferro que tinha correntes e estava fechada a cadeado”, disse o oficial.
Segundo este responsável, a vítima será filho da proprietária da casa, uma mulher de 60 anos e, de acordo com relatos de vizinhos às autoridades, não era visto há cerca de oito anos.
“Confrontámos a senhora, que tinha um discurso pouco coerente. A vítima estava bem fisicamente, mas aparentava também distúrbios mentais”, acrescentou a mesma fonte.
O homem foi resgatado pelos Bombeiros de Alcabideche e transportado para o Hospital de Cascais. No local esteve também a Proteção Civil, a Delegação de Saúde e o caso está já a ser acompanhado pela Polícia Judiciária e pela Segurança Social.
Anúncios