NUNO CRATO REITERA INTENÇÃO DE DESENVOLVER O ENSINO PROFISSIONAL

O Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, reiterou ontem em Berlim a intenção do Governo português em desenvolver o ensino profissional em Portugal, nomeadamente estudando algumas das características do sistema dual alemão, no final de uma conferência de dois dias que juntou responsáveis pelas pastas da Educação de sete países europeus.
Nuno Crato lembrou que o ensino dual já ocorre no nosso País, mas defendeu a necessidade de aprofundar a ligação das empresas, envolvendo-as mais cedo e estimulando a sua participação nos cursos de ensino profissional.
Esta conferência decorreu a convite da Ministra da Educação e Investigação alemã, Annette Schavan, e contou ainda com a participação da Espanha, Itália, Grécia, Letónia e Eslováquia, além de diversos parceiros,  tais como Câmaras de Comércio. A delegação chefiada pelo Ministro da Educação e Ciência incluía o Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, João Grancho, e o Secretário de Estado do Emprego, Pedro Silva Martins.
Portugal teve um papel muito ativo durante a discussão, na qual os sete países participantes concordaram em trabalhar para que o próximo orçamento comunitário tenha uma rubrica específica para o ensino profissional. Por outro lado, e tendo em vista a necessidade de aprofundar a cooperação entre os países envolvidos, foi assinado um Memorando de Cooperação, para o desenvolvimento de uma aliança a nível europeu.
Neste documento, os Ministros reconhecem a elevada taxa de desemprego jovem que atualmente afeta a Europa e manifestam o empenho na sua redução, através, entre outras medidas, da implementação progressiva do sistema dual, sendo fundamental o envolvimento de empresas e parceiros sociais na formação profissional.
Anúncios