Pesquisar

detritus toxicus

Curadoria de conteúdos

Mês

Julho 2011

Manual Interactivo da Mobilidade de Docentes para o ano escolar 2011/2012

Já está disponível informação no Ministério da Educação sobre a mobilidade de docentes para o próximo ano lectivo. Consultar:

http://www.dgrhe.min-edu.pt/web/14662/2011/20121

Anúncios

Organização Curricular do Ensino Básico para o ano lectivo 2011/2012

Aqui fica a hiperligação para a organização curricular do ensino básico, a entrar em vigor no próximo ano lectivo:

Eu, galego do sul

Jorge Fel

Acho que todos nós, pelo menos uma vez na vida, nos interrogámos porque raio é que o bom do D. Afonso Henriques se virou para Sul, e não para o Norte, quando se tratou de dar forma e assegurar o espaço vital ao país que fundou a partir do Condado Portucalense.
Tenho boas razões para desconfiar que seríamos bem mais prósperos e felizes se o fundador e seus sucessores tivessem seguido a direcção indicada pela bússola em vez de terem ido por aí abaixo, de espada em punho, a fazer guerra aos mouros, só se detendo quando chegaram às praias algarvias.
O problema é que, apesar de imensamente sedutora, esta opção era desadequada, talvez até mesmo irrealista, à luz dos equilíbrios políticos da Península em meados do século XII.
A passividade com que o seu primo Afonso VII e a monarquia leonesa observaram a emancipação do Condado Portucalense deve-se ao facto de Afonso Henriques ter optado por combater o império almorávida, conduzindo os seus exércitos para além do Tejo.
Tivesse o fundador ousado atravessar o rio Minho, em vez de fazer guerra aos muçulmanos, e a realidade política da Península Ibérica seria hoje radicalmente diferente.
Por muito que nos custe, esse pecado original a que o nosso primeiro rei foi impelido deve-se a um pragmatismo que não lhe podemos censurar.
Hoje, quase nove séculos volvidos sobre o seu nascimento, Portugal combina uma invejável unidade linguística e as fronteiras mais estáveis e antigas da Europa com uma enorme diversidade de culturas, caracteres e paisagens.
Não é preciso ser antropólogo (basta ter olhos na cara) para constatar que um minhoto é muito parecido com um galego – e muito diferente de um alentejano ou algarvio. E não é preciso ser um geógrafo para observar, à vista desarmada, que a serra dos Candeeiros é a fronteira que cose dois países diferentes unidos há séculos pela política mas separados pela geografia e costumes.
Ignorante da história e da realidade do país que a sustenta, Lisboa, no canto do cisne do centralismo que nos atirou para o buraco negro em que sobrevivemos, persiste em agredir cegamente a cidade onde Portugal foi buscar o nome e região que foi o seu berço.
Quando se trata de portajar as Scuts, não começa pela mais antigas – mas pelas do Norte. E quando se trata de pôr em prática o criminoso plano de liquidação da rede ferroviária, começa por fechar a ligação Porto-Vigo – enquanto reabilita a linha das Vendas Novas.
É nestes momentos de revoltas, cada vez mais frequentes, que questiono a opção geográfica de Afonso Henriques – e me sinto mais um galego do sul do que um português do Norte.

As profissões do futuro

A lista consta do relatório preliminar elaborado do grupo de trabalho criado para o efeito, composto por representantes dos parceiros sociais, do IEFP, da Agência Nacional para a Qualificação e do gabinete de planeamento do Ministério da Economia.

O grupo de trabalho concentrou-se nas profissões com potencial de expansão e que, simultaneamente, possam ser ocupadas por pessoas com o ensino secundário e pós-secundário. A escolha baseia-se em estudos que projectam uma criação líquida de 495 mil postos de trabalho, em 2020, em sectores como o turismo, a construção os transportes ou a energia.

É nesta lista que se baseará a requalificação de 20 mil desempregados, de acordo com o objectivo previsto no acordo tripartido assinado em Março. 

A lista deverá orientar os programas de formação profissional já a partir do segundo semestre deste ano e servir de base à reformulação do Catálogo Nacional de Qualificações, que deverá incluir cerca de 60 novas profissões. 

Saiba quais são: 


Turismo

Técnico de gestão de canais online

Técnico de gestão de reputação online

Técnico de marketing digital

Recepcionista

Técnico de vinhos / escanção

Operador de manutenção hoteleira 

Técnico de gestão de restauração e bebidas

Operador de manutenção em campo de golfe 

Técnico especialista de gestão de turismo 

Operador online de agência de viagens

Técnico de turismo

Técnico gestor de produto turístico

Técnico de organização de eventos

Promotor de turismo

Técnico gestor de acompanhamento em saúde

Técnico de saúde e reabilitação (Wellness)


Energia e Ambiente

Técnico instalador de sistemas solares térmicos

Técnico especialista em energias renováveis

Técnico de gás

Técnico instalador de sistemas solares fotovoltaicos

Técnico instalador de sistemas eólicos

Técnicos instalador de sistemas de bioenergiaTécnico de instalações eléctricas

Técnico de redes de BT e MT

Electricista de instalações

Técnico de jardinagem e espaços verdes

Técnicos de Rega

Técnico de gestão de resíduos perigosos

Operador de sistemas de tratamento de resíduos sólidos

Electromecânico de refrigeração e climatização

Técnico de refrigeração e climatização

Técnico de verificação da qualidade do ar

Técnico de acústica


Mobilidade e Transportes

Técnico de transportes

Operador de tráfego

Operador de armazenagem

Técnico de electrónica e telecomunicações

Técnico de logística

Operador de equipamentos / manobrador

Motorista de veículos pesados de mercadorias

Coordenador de transporte ferroviário

Maquinista de comboios

Operador de sistemas de transporte

Técnico de manutenção de aeronaves

Técnico de Operações Aeroportuárias

Técnico de socorros e emergência de aeródromo

Técnico de preparação, planeamento e contas

Técnico de socorros e emergência de aeródromo

Técnico de preparação, planeamento e compras


Saúde

Técnicos e assistentes farmacêuticos

Assistente familiar e de apoio à comunidade

Técnico auxiliar de acção médica

Tecnologias de informação, comunicação e electrónica

Técnico de electrónica médica

Técnico especialista de gestão de redes e sistemas informáticos

Técnico especialista em telecomunicações e redes

Técnico especialista em telecomunicações e sistemas

Técnico de apoio ao Desenvolvimento Industrial e Competitividade

Técnico especialista em organização e gestão industrial

Mecânico reparador de equipamentos electrónicos

Instalador e reparador de tecnologias de informação e comunicação


Têxteis, vestuário, calçado e ourivesaria


Técnico de materiais têxteis / tecnologia

Controlador de qualidade do produto têxtil

Gestão do produto, de encomendas e fornecimentos

Técnico de design têxtil e moda

Técnico de tecelagem


Comércio e Serviços


Técnico de dinamização de redes sociais

Técnico de apoio à comunicação com o cliente

Animador sociocultural

Operadores de recolha de informação

Técnico de comércio internacional e de prospecção de mercado

Técnico comercial

Técnico de vitrinismo

Técnico de merchandising

Técnico de vendas

Técnico de marketing

Técnico de comércio electrónico

Operador de contact ou call center

Esteticista / Cosmetologista


Agricultura e agro-alimentar

Agricultor biológico

Apicultor

Controlador de qualidade dos produtos agrícolas

Agricultor (floricultor, fruticultor, horticultor)

Operador agrícola

Operador de máquinas agrícolas

Operador agro-pecuário

Técnico de controlo de qualidade alimentar

Técnico / consultor florestal – assistência e apoio técnico

Técnico de manutenção de máquinas e equipamento agrícola

Trabalhador de estufa qualificado

Tirador de cortiça

Operador florestal

Técnico / consultor florestal – assistência e apoio técnico

Sapador florestal

Operador fabril

Técnico de produção

Formulador / Preparador de sumos

Operador qualificado

Controlador de sanidade industrial


Construção


Canalizador

Assentador de refractários

Trabalhador qualificado em isolamentos acústicos e térmicos

Montador de tubagens

Electromecânico de electrodomésticos

Condutor manobrador de equipamentos de movimentação de terras

Pedreiro

Mobiliário e Madeira

Operador de transformação da cortiça

operador de transformação de cortiça

Metalurgia e metalomecânica

Técnico de desenho de construções metalomecânicas

Técnico especialista em Projecto Construções Metalomecânicas

Técnico preparador de trabalho

Serralheiro mecânico; Moldes, cunhos e cortantes

Técnico de maquinação e programação CNC

Técnico de manutenção industrial de metalúrgica e metalomecânica

Soldador

Técnico especialista em Gestão da Produção (supervisor da produção)

Electromecânico de manutenção industrial

Técnico de manutenção industrial de metalúrgica e metalomecânica


Profissões transversais aos sectores


Técnico de segurança e saúde no trabalho

Técnico de relações laborais

Técnico de qualidade

Técnico de manutenção e reparação de instalações

Up your ass!

Ciência Viva no Verão

E que tal aproveitar as férias para aprender de forma divertida?
O programa Ciência Viva no Verão proporciona, um pouco por todo o país, atividades de cariz científico que são, simultaneamente, educativas.
Para mais informações, consultar a página:

Ocupação Científica de Jovens nas Férias

A Ocupação Científica de Jovens nas Férias proporciona aos estudantes do ensino secundário uma oportunidade de aproximação à realidade da investigação científica e tecnológica. 

Em curso desde 1997, esta iniciativa já envolveu mais de 8000 alunos que frequentaram estágios científicos em laboratórios de instituições de todo o país.


Para saber mais, consulte:

Calendário Escolar 2011-2012

O Ministério da Educação e da Ciência divulga o calendário escolar para 2011-2012.
Aqui fica a hiperligação para o Despacho.

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: