José Alberto Lencastre & Maria José Araújo


Resumo

Constitui propósito deste artigo reflectir sobre o papel dos objectos tecnológicos no processo de aprendizagem dos jovens em idade escolar. Não se questiona, hoje, o uso do computador, tanto como meio de informação e difusão, tanto como ferramenta de trabalho. Apesar de os jovens estarem saturados de objectos tecnológicos — TV, vídeo, DVD, telemóvel, consolas, entre outros —, a escola portuguesa, sobretudo ao nível do Ensino Básico, continua por um lado a ignorar alguns e, por outro, a ter dificuldade em incorporar outros no contexto de sala de aula como meio de aprendizagem que pode promover condições de “sucesso”. Com este trabalho pretendemos mostrar que ainda não se avaliaram todas as consequências da falta desta tecnologia em contexto de sala de aula. Esta reflexão parte do trabalho desenvolvido com professores, quer da formação especializada, quer pós-graduada, quer ainda da nossa actividade enquanto docentes e investigadores em Educação.
Anúncios