O termo preconceito, que designa na origem  qualquer julgamento a priori (tanto favorável como desfavorável) a respeito de outrem, qualifica habitualmente as atitudes negativas a respeito de um grupo particular. O estudo dos preconceitos foi de início abordado de um ponto de vista sociocultural (os preconceitos seriam o resultado de aprendizagens sociais) ou psicodinâmico (assim para T. W. Adorno, etnocentrismo iria de par com personalidade autoritária). Desde então, o acento é posto antes sobre as componentes cognitivas: os preconceitos seriam o produto de um processo de estereotipia, dito de assimilação, que consiste em acentuar as semelhanças percebidas entre objectos que pertencem a uma mesma categoria.
F. Askevis-Leherpeux
Anúncios