De novo o aborto

Nota prévia: votei SIM no referendo.

Mas enoja-me profundamente um país em que se pagam taxas moderadoras para ter uma consulta de obstetrícia, mas não para fazer um aborto. Enoja-me profundamente que num país com milhares de casais inférteis os tratamentos sejam tão caros e tão excessivamente reservados à coutada das clínicas privadas, ao mesmo tempo que o aborto, mais do que legalizado, foi liberalizado.

De igual modo, tempos houve em que as seringas para toxicodependentes eram gratuitas – mas as seringas para diabéticos não.

É uma estranhíssima concepção de moral e de justiça social.

Anúncios
Categorias:Sem categoria Etiquetas: ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s